Ao pensar na decoração de um imóvel, uma das partes mais complexas e ao mesmo tempo essencial é a iluminação. Você pode reparar ao visitar os apartamentos no Batel que estão no showroom para venda, todos eles têm luminárias e iluminação direta diferenciada para valorizar o ambiente.

A luz ultrapassa a sua simples função de iluminar o ambiente, ela é necessária para complementar a decoração e a impressão que o cômodo vai passar. A ideia principal é trabalhar no conforto e, principalmente no aconchego de todos que moram no imóvel.

Por isso, é preciso buscar um projeto que se enquadre nas dimensões e divisões do imóvel, projetando a parte estrutura e elétrica de acordo com o clima que se quer imprimir no ambiente. Quanto mais sofisticado o sistema, mais automatizado e perfeito para o cômodo ele deve ficar.

E afinal, quem não quer deixar o seu imóvel com a iluminação adequada e interessante? Se você está buscando dicas sobre as tendências para aperfeiçoar esse sistema na sua casa, chegou ao post certo! Confira algumas dicas para criar uma iluminação perfeita!

 

Primeiro: avalie o ambiente

O primeiro passo para criar um projeto personalizado de iluminação para apartamentos no Água Verde ou em qualquer parte da cidade é avaliar o ambiente. É preciso analisar por qual face do imóvel o sol entra e em que períodos do dia ele incide com maior intensidade.

Depois dessa verificação, liste cada cômodo do imóvel e defina qual será a sua utilização (quarto, sala, escritório, cozinha). Afinal, cada espaço necessita de uma intensidade de luz e um tipo de iluminação artificial específica.

Avalie também qual o tipo de decoração e acabamento que se pretende usar no cômodo. Existem sistemas que precisam do teto rebaixado com gesso ou dry-wall, entre outras variações para compor a iluminação do ambiente. É importante que todos os detalhes específicos sejam listados ainda na fase de avaliação e criação do projeto.

 

Opte pela iluminação econômica

Tanto pelo lado financeiro, quanto pela questão ambiental, é preciso pensar em formas econômicas de iluminação para um imóvel. Observe se os aparelhos e itens escolhidos para a lista de acessórios são mais econômicos.

Trabalhe com sistemas automatizados e inteligente de funcionamento da iluminação. Evite o desperdício de energia em momentos que ela pode estar desligada. Estão disponíveis no mercado diferentes sistemas que trazem a sustentabilidade como foco principal.

 

Escolha o tipo de iluminação ideal para o seu imóvel

Para quem mora de aluguel em Curitiba, nem sempre é possível fazer modificações no sistema de iluminação que atendam às necessidades específicas da decoração que o inquilino está buscando imprimir.

Por isso, desde a aquisição do imóvel é preciso optar pela iluminação mais adequada e atenda às necessidades dos seus moradores. Conheça alguns tipos de iluminação mais utilizadas:

  • Geral: aquele ilumina todo o ambiente, que tem maior intensidade e conforto visual. Essa pode ser considerada uma iluminação mais eficiente e barata.
  • Indireta: é usada para destacar pontos ou regiões específicas de um cômodo, também traz mais conforto visual para os ocupantes do ambiente. Em sua maioria, as luzes indiretas podem ser obtidas por meio de pendentes, abajures, LED, entre outras formas direcionais.
  • Decorativa: é realizada através de lustres, arandelas e outras luminárias decorativas que iluminam e destacam os ambientes com seu design.
  • Tarefa: essa é uma luz específica para iluminar um local determinado, com bastante intensidade e de forma direta. É preciso trabalhar o correto posicionamento da iluminação para evitar sombras e o desconforto visual. Essas luzes são usadas em cozinhas, escritórios, entre outros.


Cuidado com os pontos de reflexo

Na hora de criar o seu projeto de iluminação, tenha cuidado com os pontos de reflexo e as sombras que a iluminação pode produzir. É preciso pesquisar a angulação ideal para cada tipo de luminária e evitar o excesso ou falta de intensidade para o foco de luz.

Cuide com a luz direta nos espelhos, elas podem gerar um certo desconforto visual para as pessoas que circulam pelo ambiente. Isso vale também para a luz natural, evite espelhos ou vidros que façam reflexos com o sol.

 

Não exceda os limites

Ao abajures e luminárias nunca saem de moda, por isso em todos os estilos de decoração eles estão presentes. No entanto, tenha cuidado com o tamanho e a proporção desses acessórios. Demasiado grande eles podem produzir um efeito contrário do que se espera!

Opte por lustres para sala de jantar menores ou a iluminação embutida, elas trazem mais charme e um ar moderno para as decorações que estão em alta. Principalmente quando o assunto for a sala de jantar, evite os lustres longos, que quase caem sobre a mesa, eles podem mais atrapalhar do que ajudar no dia a dia.

 

Escolha a temperatura da luz para cada ambiente

Esse é outro fator que pode influenciar uma decoração. Cada tipo de ambiente requer uma intensidade de luz, principalmente pela sua funcionalidade. Em ambientes propícios para o descanso, as luzes quentes trazem mais aconchego e tranquilidade. Em cômodos funcionais, as luzes frias são mais eficazes. Confira alguns exemplos de utilização:

  • Luz quente (amareladas) para intensificar cores e objetos – quartos, salas de televisão.
  • Luz fria (branca) para facilitar a leitura e trazer conforto visual – escritório, cozinha, banheiro, área de serviço.

 

Invista nos pontos de LED

Essa é uma forte tendência para criar pontos de iluminação ao longo dos cômodos. É possível criar focos de luz com vários formatos e intensidade, além de permitir criar projetos com cores para cada ambiente e combinação.

O grande diferencial do LED é esse tipo de iluminação não precisa de grandes projetos elétricos e pode ser colocado em pequenos espaços, com fácil instalação. É possível criar projetos muitos interessantes utilizando esse tipo de iluminação.

 

Que tal, gostou das dicas sobre as tendências para os projetos de iluminação residencial? Então que tal aproveitar a visita em nosso blog para compartilhar este post com os seus amigos! Use as suas redes sociais e permita que mais pessoas saibam como criar projetos de iluminação interessantes para toda casa.

  Últimas do Blog